Tags:

30 horas até à… caminhaaaaa!!

Comentar

África África do Sul

Valeu-me a ida antecipada para Lisboa. Ou as 30 horas entre quinta e sexta-feira até Magaliesburg ter-se-iam transformado numas 38-40. Uma verdadeira odisseia que nem Homero desejava. Lembrar-me de todos os pormenores, com escala em Maputo, cansa-me e não quero deixar ninguém no mesmo estado.
Entre alugar carro, estrear-me a conduzir com o volante do lado esquerdo em autoestrada de condutores caóticos, levantar a credencial do Mundial2010 e tratar da internet, preciosas horas voam.
Pela amostra, haverá frisson entre o stress europeu e o relaxado ritmo africano, intemporal.
Combinamos estar as 15:00 no nosso belo lodge em Magaliesburg, mas já passava da meia-noite quando chegámos. Felizmente, um casal idoso (os proprietários) recebe-nos de braços abertos. O primeiro impacto de Green Hills não pode ser melhor.

Rui Barbosa Batista
Um mix de jornalista, líder e cronista de viagens, cumpri em 2016 uma centena de países no currículo. Cobri noticiosamente os Jogos Olímpicos na China, o Mundial de futebol na África do Sul ou os Jogos Europeus no Azerbaijão, mas o que me apaixona verdadeiramente são as pessoas e tudo o que (ainda) não conheço. Aventuras em inóspitos desertos, desafiantes glaciares, imponentes vulcões ou sublimes fiordes juntam-se ao doce prazer de cidades charmosas, países remotos e culturas exóticas. De tudo um pouco é feita a minha experiencia no globo. Continuamos juntos?

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

code