Our beloved Portugal

Comentar

África África do Sul

É aqui, na pacata Magaliesburgo, que é possível sentir o orgulho de integração numa pátria, a dimensão de uma nação profundamente enraizada em nós.

O cenário resume-se a uma aldeia no meio de coisa alguma na imensa África do Sul, constituída por uma rua e meia dúzia de habitações. Hã! E uns ‘lodges’ espalhados por uma ampla área. Tudo somado, não chegam aos 2.000 habitantes.

Pois bem, a seleção de futebol de Portugal chegou e a população nesse dia mais do que duplicou, criando-se um caos nunca visto no trânsito com emigrantes portugueses, oriundos de todos os lados, a surgir trajados mais do que a rigor.

A loucura, que incluiu caldo verde, fêveras e bifanas, contagiou uma comunidade inteira que se mobilizou para ver os ‘heróis’ que, mais de 550 anos depois de Bartolomeu Dias, chegam ao país mais austral de África para tentar fazer novamente história.

Perante uma sempre entusiasmante e comovedora prova de carinho e apoio incondicional, qual a paga dos rapazinhos da seleção? Simplesmente estar o mais longe possível do seu público, de quem os idolatra e ajuda a pagar os milionários e escandalosos salários.

Um ou outro sorriso simpático e as ‘trombas’ habituais do que se julga o melhor do mundo. Mas cada cromo tem o que merece. Quantas vezes não estão bem uns para os outros?

Rui Barbosa Batista
Um mix de jornalista, líder e cronista de viagens, cumpri em 2016 uma centena de países no currículo. Cobri noticiosamente os Jogos Olímpicos na China, o Mundial de futebol na África do Sul ou os Jogos Europeus no Azerbaijão, mas o que me apaixona verdadeiramente são as pessoas e tudo o que (ainda) não conheço. Aventuras em inóspitos desertos, desafiantes glaciares, imponentes vulcões ou sublimes fiordes juntam-se ao doce prazer de cidades charmosas, países remotos e culturas exóticas. De tudo um pouco é feita a minha experiencia no globo. Continuamos juntos?

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

code