Mama Africa

Comentar

África África do Sul

Publicidade à parte, Mama África é um dos locais OBRIGATÓRIOS para quem tem o grande privilégio ou excelente ideia de visitar a Cidade Cabo, certamente a mais bela da África do Sul. Já por lá tínhamos passado três vezes nesta incursão na zona austral de África durante o Mundial2010 e obtivemos sempre a mesma resposta: “Tem reserva? Então volte outro dia”.
Frustrado, colecionei o mesmo número de cartões por cada tentativa falhada. Até que me decido ao óbvio: ligar e marcar mesa. Bingo! Conseguimos para o próprio dia, algo impossível ao fim-de-semana. É segunda-feira…
Marco jantar para as 21:30, ligo a adiar para as 22:15 e chegámos perto das 23:00. Sim, trabalhinho duro.
Penso que a cozinha já está fechada. Afinal o problema é que já não temos mesa. Está tudo cheio. Recordo que aqui, na África do Sul, janta-se habitualmente entre as 17:00 e 19:00. De qualquer forma, a simpatia dos funcionários desbloqueia a situação e em cinco minutos já estamos confortavelmente instalados.
A excelente musica ao vivo (a banda é fenomenal e os ritmos quentes africanos impedem-nos de ficar sentados) é um dos condimentos diários do espaço, que é restaurante e bar.
Foi aqui que experimentei carne de crocodilo, que saboreei mais um bom vinho, que dancei e, em final de noite, até fui abordado por uma… ‘quenga’, a quem dou troco (leia-se, simpatia) durante 10 minutos, até lhe dizer que perdia tempo e dinheiro comigo.
A meia-luz numa decoração em típica selva africana – com palhotas e exemplares de animais selvagens nas paredes e tetos – a juntar à música, espírito de festa e ‘calor’ dos que aqui vêm, fazem do Mama África uma experiencia memorável.

Rui Barbosa Batista
Um mix de jornalista, líder e cronista de viagens, cumpri em 2016 uma centena de países no currículo. Cobri noticiosamente os Jogos Olímpicos na China, o Mundial de futebol na África do Sul ou os Jogos Europeus no Azerbaijão, mas o que me apaixona verdadeiramente são as pessoas e tudo o que (ainda) não conheço. Aventuras em inóspitos desertos, desafiantes glaciares, imponentes vulcões ou sublimes fiordes juntam-se ao doce prazer de cidades charmosas, países remotos e culturas exóticas. De tudo um pouco é feita a minha experiencia no globo. Continuamos juntos?

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

code