Tags:

Varanasi, o Mito

Comentar

Ásia Índia

“Varanasi é mais antiga do que a história, mais antiga do que a tradição, mais antiga até do que a lenda, e parece duas vezes mais antiga do que todas elas juntas”. As palavras são de Mark Twain. E referem-se ao mais distinto dos locais sagrados da índia. Um mundo à parte. Com estatuto sem paralelo na mitologia hindu, complexa nos cultos e rituais.

Se olhasse hoje para Varanasi, talvez Twain lhe acrescentasse outras palavras.
Para quem chega aqui inserido num “pacote turístico”, tudo é certamente diferente. Aliás, como em toda a India. Tudo o que os olhos vêm é seleccionado. O bolo final que é mostrado da mítica Varanasi tem outro sabor. Enganador.
Para quem viaja de forma independente, a história é, regra geral, bem diferente. Tudo menos um conto de fadas.
“Dois dias no mínimo, uma vida no máximo”, diz-nos a melga do tuc tuc que nos leva ao hotel. Uma vida? Não seria longa, certamente.

Rui Barbosa Batista
Um mix de jornalista, líder e cronista de viagens, cumpri em 2016 uma centena de países no currículo. Cobri noticiosamente os Jogos Olímpicos na China, o Mundial de futebol na África do Sul ou os Jogos Europeus no Azerbaijão, mas o que me apaixona verdadeiramente são as pessoas e tudo o que (ainda) não conheço. Aventuras em inóspitos desertos, desafiantes glaciares, imponentes vulcões ou sublimes fiordes juntam-se ao doce prazer de cidades charmosas, países remotos e culturas exóticas. De tudo um pouco é feita a minha experiencia no globo. Continuamos juntos?

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

code