Snow Arena

Europa Lituânia


O arvoredo estende-se a perder de vista. Em todas as direções. Engole qualquer criação humana. A natureza parece querer mostrar quem manda. Antes do horizonte, já é Bielorrússia. Para já, vai continuar a ser apenas miragem.
Estamos num terraço exterior do restaurante mais alto do Snow Arena. O Aero Gallery. Igualmente às portas de Druskininkai, a pacata “spa city” da Lituânia. O cenário, envolvente…
Este complexo é o único no Báltico destinado a desportos de inverno que funciona todo o ano. Oito hectares de prazer que incluem três pistas de neve. Interiores e exteriores. Neve “100 por cento natural” feita apenas de “água e ar, sem químicos aditivos bacteriológicos”. Garantem-nos.
A temperatura média no complexo ronda os -2º, pelo que se aconselha roupa quente. Principalmente no fantástico bar de gelo. O Absolut bar. Também no topo da estrutura. Em pé ou sentados em pele de urso, sobre o gelo, experimentamos a melhor das vodkas. Naturalmente, em copo de… gelo.
Ski ou snowboard. Para profissionais ou amadores desejosos de aprender a arte. O Snow Arena satisfaz qualquer desejo. Haja “litas” (duas horas não chegam a 15 euros). Os mais ousados também podem experimentar Skydiving.
O cenário exterior diz-nos que jantar aqui ao fim da tarde é… inesquecível. Tal como foi, horas depois, no “top floor” do Grand Spa Lietuva.
www.snowarena.lt/en/Web_kamera.

Rui Barbosa Batista
Um mix de jornalista, líder e cronista de viagens, cumpri em 2016 uma centena de países no currículo. Cobri noticiosamente os Jogos Olímpicos na China, o Mundial de futebol na África do Sul ou os Jogos Europeus no Azerbaijão, mas o que me apaixona verdadeiramente são as pessoas e tudo o que (ainda) não conheço. Aventuras em inóspitos desertos, desafiantes glaciares, imponentes vulcões ou sublimes fiordes juntam-se ao doce prazer de cidades charmosas, países remotos e culturas exóticas. De tudo um pouco é feita a minha experiencia no globo. Continuamos juntos?