Tocar o paraíso…

África Tanzânia

Zanzibar é o sonho em tons de azul. E texturas claras que nos escorrem entre os dedos. Tem cenários que fazem os pagãos Rui e “double” Carlos admitirem a possibilidade de haver alguém “superior”. Só assim se justificam quadros desta beleza…
Uma imensa palete de estimulantes, cristalinos azuis. Um sereno oceano que tanto refresca do calor como nos aquece a pele e a alma… Uma finíssima areia branca a perder de vista. Um céu mil vezes infinito. Um pôr-de-sol deslumbrante, hipnotizante, com múltiplas combinações de cores. Único, como os reflexos da lua no tranquilo mar, incapaz de ousar provocar ondas.
Sim, dificilmente haverá local onde se relaxe assim. Total paz de alma. É em lugares assim que é possível atingi-la.
Destes dias que deixarão marca na pele, guardamos ainda as memórias dos jantares na praia, com as minúsculas ondas a beijar-nos os pés. O degustar de uma multiplicidade de peixes. E o habitual “néctar” de origem demarcada, na África do Sul. Em serenas noites. Longas. Sem tempo…
Zanzibar é, certamente, local onde voltaremos.
(Viagem a África, 2009 – africatrio.blogspot.com).

Rui Barbosa Batista
Um mix de jornalista, líder e cronista de viagens, cumpri em 2016 uma centena de países no currículo. Cobri noticiosamente os Jogos Olímpicos na China, o Mundial de futebol na África do Sul ou os Jogos Europeus no Azerbaijão, mas o que me apaixona verdadeiramente são as pessoas e tudo o que (ainda) não conheço. Aventuras em inóspitos desertos, desafiantes glaciares, imponentes vulcões ou sublimes fiordes juntam-se ao doce prazer de cidades charmosas, países remotos e culturas exóticas. De tudo um pouco é feita a minha experiencia no globo. Continuamos juntos?