Tags:

Mudar de vida ou… crise de luxo?

Ásia Filipinas

“60 a 70 mil euros”, responde o francês, com ar de quem ainda não teria pensado bem no assunto. “É o preço para este complexo. Seis bungalows e o espaço no qual vivemos”, acrescenta.
O terreno está alugado por mais oito anos. O Reggae House é um local mítico em Alona Beach. Mas o casal francês está com sede de viajar. Como não têm empregados, fecham o estabelecimento sempre que partem. E querem mudar de ares…
É nesta altura em que penso nos múltiplos amigos que pensam noutra vida. Partir.
Esboço contas simples: juntam-se três. 20.000 euros a cada um. Um lugar a cinco minutos a pé da praia. Snorkling e pesca à disposição. Turismo crescente. País barato. Boa gente. Verão todo o ano. Impostos residuais…
Com dois a bastar-se no trabalho, em caso de trio, cada um pode viajar quatro meses por ano. Rotativamente.
O cuidado jardim e ambiente tropical ajudam ao misticismo do lugar. O casal move-se sempre descalço. E roupas leves. Excelentes conversadores… boa música ambiente.
Hora de voltar à terra, decidir: lamentação eterna ou determinada acção? Este paraíso espera por novo dono..

Rui Barbosa Batista
Um mix de jornalista, líder e cronista de viagens, cumpri em 2016 uma centena de países no currículo. Cobri noticiosamente os Jogos Olímpicos na China, o Mundial de futebol na África do Sul ou os Jogos Europeus no Azerbaijão, mas o que me apaixona verdadeiramente são as pessoas e tudo o que (ainda) não conheço. Aventuras em inóspitos desertos, desafiantes glaciares, imponentes vulcões ou sublimes fiordes juntam-se ao doce prazer de cidades charmosas, países remotos e culturas exóticas. De tudo um pouco é feita a minha experiencia no globo. Continuamos juntos?