Tags:

Sinfonia noturna…

América do Sul Colômbia

Dormir ao relento, numa rede, na companhia de todo o tipo de animais é uma experiencia estimulante. A audição é particularmente aguçada, mas todos os sentidos tiram proveito da sensação. A atmosfera espessa e o odor caribeño ajudam ao cenário.
É verdade que não se comparou a pernoitar no Serengueti ou Ngorongoro (com leões, hienas e outros bichinhos simpáticos como ruidosos vizinhos, apenas a tenda a proteger-nos), mas tudo em Tayrona foi extremamente recompensador.
Ouvimos baladas de múltiplas aves. Adormecemos embalados por elas. E foi com a sua excitação matinal que às 06:00 já caminhávamos pela frondosa paisagem.
Os trovões continuaram a ressoar pela noite num cada vez mais distante horizonte. Já com saudades….

Rui Barbosa Batista
Um mix de jornalista, líder e cronista de viagens, cumpri em 2016 uma centena de países no currículo. Cobri noticiosamente os Jogos Olímpicos na China, o Mundial de futebol na África do Sul ou os Jogos Europeus no Azerbaijão, mas o que me apaixona verdadeiramente são as pessoas e tudo o que (ainda) não conheço. Aventuras em inóspitos desertos, desafiantes glaciares, imponentes vulcões ou sublimes fiordes juntam-se ao doce prazer de cidades charmosas, países remotos e culturas exóticas. De tudo um pouco é feita a minha experiencia no globo. Continuamos juntos?