Lets PARTYYY!!

Austrália Oceania

Era para ser um jantar recatado. Seis a oito pessoas. Acabámos por ser 13. E não foi azar! Valeu-me que estávamos preparados: eu, o Zé Luís e o Carlos – o “Dream Team” completo – mimamos três quilos de carne, juntando-lhe outros tantos de vegetais, sabiamente misturados com especiarias. Tudo regado a bom vinho tinto.
Juntar portugueses, australianos, neozelandeses, francesas e alemãs não é muito habitual, mas foi assim que comemorei o meu aniversário (17 novembro). O jantar já estava há muito prometido ao Bruno, algarvio nosso ímpar anfitrião. Uma “última ceia” um pouco mais ‘hippie’, ao ar livre, com a informalidade de um ambiente descontraído que tornou o jantar um excelente momento. A Camile (francesa, namorada do Bruno, e que fala um excelente português, ‘conquistado’ no Erasmus) foi uma querida e fez um excelente bolo de chocolate. Confessei-lhe, depois de a saborear intensamente, que não sou apreciador desta sobremesa, mas a verdade é que repeti e só não chorei por mais, porque os homens não vertem lágrimas com essa facilidade. Acabada a “festa”, e após um par de horas de sono, acordei antes das 06:00. Foi engraçado verificar que ainda era aniversariante… em Portugal! Confesso que fiquei surpreso. Demasiado. Apesar das novas tecnologias facilitarem a comunicação, não esperava receber os “parabéns” de centenas de amigos/conhecidos, entre inúmeros sms, mails e mensagens no Facebook (estamos em 2010). Novamente, a TODOS, obrigado por terem feito mais especial um dia que para mim sempre foi e será apenas mais um..

Rui Barbosa Batista
Um mix de jornalista, líder e cronista de viagens, cumpri em 2016 uma centena de países no currículo. Cobri noticiosamente os Jogos Olímpicos na China, o Mundial de futebol na África do Sul ou os Jogos Europeus no Azerbaijão, mas o que me apaixona verdadeiramente são as pessoas e tudo o que (ainda) não conheço. Aventuras em inóspitos desertos, desafiantes glaciares, imponentes vulcões ou sublimes fiordes juntam-se ao doce prazer de cidades charmosas, países remotos e culturas exóticas. De tudo um pouco é feita a minha experiencia no globo. Continuamos juntos?