Frustração no ar…

Austrália Oceania

O destino é muitas vezes cruel. A muito custo, abdicamos das Witsunday islands (não há tempo razoável para podermos usufruir convenientemente dos seus encantos, Património Natural da UNESCO), mas ainda não sabíamos que seremos obrigados a sobrevoá-las.
De Brisbane até ao nosso próximo destino precisamos de uma escala. A norte, em Cairns, onde a grande barreira de coral (o maior “ser vivo” do planeta, espalhado numa extensão de cerca de 2.250 quilómetros) se exibe magnífica, esplendorosa.
O lugar de janela é mais disputado do que nunca. Sob o nossa admiração, imagens simplesmente idílicas.
Estes 300.000 km2 são compostos por 400 espécies de coral. São 3.000 recifes e mais de 600 ilhas. Aqui vivem 1.500 espécies de peixes, 4.000 variedades de moluscos.
Fica prometida uma visita. Claro que sim! Ainda nesta vida!!.

Rui Barbosa Batista
Um mix de jornalista, líder e cronista de viagens, cumpri em 2016 uma centena de países no currículo. Cobri noticiosamente os Jogos Olímpicos na China, o Mundial de futebol na África do Sul ou os Jogos Europeus no Azerbaijão, mas o que me apaixona verdadeiramente são as pessoas e tudo o que (ainda) não conheço. Aventuras em inóspitos desertos, desafiantes glaciares, imponentes vulcões ou sublimes fiordes juntam-se ao doce prazer de cidades charmosas, países remotos e culturas exóticas. De tudo um pouco é feita a minha experiencia no globo. Continuamos juntos?