TENNANT CREEK

Austrália Oceania

Os 400 quilómetros entre Ayers Rock e Alice Springs não nos bastam. Pelos vários continentes, estamos habituados a conduzir em longas jornadas, por locais bem remotos. Desafios com gostinho especial.  É, também por isso, que prescindimos de voar 1.500 quilómetros até Darwin num par de horas para fazer essa viagem por terra. Dia e meio.  Afortunado pelo nível invulgar de chuva nos últimos tempos, o habitualmente seco Território do Norte ganha uma nova beleza. Redobra o nosso prazer na estrada.
Face às grandes distâncias entre os poucos povoados, é raro cruzarmo-nos com outros carros. Imponentes camiões de três atrelados são, curiosamente, a nossa companhia mais regular. Podem ter até 52,5 metros de comprimento. Um susto descobrir esta realidade a meio da ultrapassagem… Felizmente, sem consequências.Abandonamos Alice Springs às 16:00 e decidimos experimentar Tennant Creek para pernoitar. Chegamos umas cinco horas depois. E a surpresa não é das melhores….

Rui Barbosa Batista
Um mix de jornalista, líder e cronista de viagens, cumpri em 2016 uma centena de países no currículo. Cobri noticiosamente os Jogos Olímpicos na China, o Mundial de futebol na África do Sul ou os Jogos Europeus no Azerbaijão, mas o que me apaixona verdadeiramente são as pessoas e tudo o que (ainda) não conheço. Aventuras em inóspitos desertos, desafiantes glaciares, imponentes vulcões ou sublimes fiordes juntam-se ao doce prazer de cidades charmosas, países remotos e culturas exóticas. De tudo um pouco é feita a minha experiencia no globo. Continuamos juntos?