Bujumbura

África Burundi

Banhada pelo Lago Tanganica, facto lamentavelmente desaproveitado, a capital é praticamente o único centro “civilizacional” do país. Centro político, administrativo e económico da nação. De posto militar alemão em 1889, foi crescendo sob o mandato belga (após I Guerra Mundial). Com a independência do Burundi em 1962, same old story com lutas entre milícias hutu e exército tutsi.Restam alguns decadentes edifícios do período colonial, ‘apagados’ como a noite da capital..

Rui Barbosa Batista
Um mix de jornalista, líder e cronista de viagens, cumpri em 2016 uma centena de países no currículo. Cobri noticiosamente os Jogos Olímpicos na China, o Mundial de futebol na África do Sul ou os Jogos Europeus no Azerbaijão, mas o que me apaixona verdadeiramente são as pessoas e tudo o que (ainda) não conheço. Aventuras em inóspitos desertos, desafiantes glaciares, imponentes vulcões ou sublimes fiordes juntam-se ao doce prazer de cidades charmosas, países remotos e culturas exóticas. De tudo um pouco é feita a minha experiencia no globo. Continuamos juntos?