Tags:

QUÉNIA

África Quénia

Um dos países africanos mais procurados por Europeus. Esta antiga colónia britânica, que se tornou independente em dezembro de 1963, é sobejamente conhecida pelos seus safaris e parques nacionais, que ocupam 7,6 por cento do seu vastíssimo território.
Paraíso para os ‘big five’: leão, elefante, rinoceronte, búfalo e leopardo. Rodeado pela Somália, Etiópia, Sudão do Sul, Uganda e Tanzânia, este turístico país do Índico alberga uns 45 milhões, quase 10 por cento na capital Nairobi, a maior cidade da África oriental. Composto por cerca de 70 tribos, cada uma com a sua língua. A colonização inglesa tornou tudo mais ‘fácil’ para os visitantes.Os portugueses foram os primeiros a explorar a costa do Quénia – Mombaça, mas já lá vamos -, país que só viu as suas entranhas serem exploradas a partir do seculo XIX. Foi em 1905 que Nairobi tirou o estatuto de capital a Mombaça. Tinha sido fundada há apenas seis anos pelo que é uma das cidades mais jovens do Continente.Depois do atentado Al-Qaeda em 1998 à embaixada dos Estados Unidos, a 21 de setembro de 2013, Nairobi voltou a sofrer um ataque terrorista. Agora foi a milícia radical islâmica Al Shabab, em represália contra a presença de militares do Quénia e ONU na Somália.
.

Rui Barbosa Batista
Um mix de jornalista, líder e cronista de viagens, cumpri em 2016 uma centena de países no currículo. Cobri noticiosamente os Jogos Olímpicos na China, o Mundial de futebol na África do Sul ou os Jogos Europeus no Azerbaijão, mas o que me apaixona verdadeiramente são as pessoas e tudo o que (ainda) não conheço. Aventuras em inóspitos desertos, desafiantes glaciares, imponentes vulcões ou sublimes fiordes juntam-se ao doce prazer de cidades charmosas, países remotos e culturas exóticas. De tudo um pouco é feita a minha experiencia no globo. Continuamos juntos?