Tags:

LAGO INLE

Ásia Birmânia

É terreno dos Intha (“filhos do lago”), os famosos pescadores que remam com apenas uma perna.
Água doce em abundância no segundo maior lago do país. Uns 100 quilómetros de cumprimento e cinco de largura. Um dos lugares que mais viajantes atrai.
Um ecossistema com várias espécies endémicas. Os Sawbwa resplendens, o Microrasbora erythromicron e o Inlecypris auropurpurea estão espalhadas pelo Mundo em aquários domésticos. E mais de 20 espécies de gastrópodes (caracóis) e nove tipos de peixes. Há 200 povoados em torno do lago. Iremos para Nyaung Shwe, a mais povoada da região. Mas exploraremos várias aldeias…
São famosos os jardins do lago e as casas flutuantes. Há também um mercado flutuante. Numa das margens do lago há um pagode de Phaung Daw U, um dos três principais do país, construído no século XVIII e que contém imagens de Buda do século XII..

Rui Barbosa Batista
Um mix de jornalista, líder e cronista de viagens, cumpri em 2016 uma centena de países no currículo. Cobri noticiosamente os Jogos Olímpicos na China, o Mundial de futebol na África do Sul ou os Jogos Europeus no Azerbaijão, mas o que me apaixona verdadeiramente são as pessoas e tudo o que (ainda) não conheço. Aventuras em inóspitos desertos, desafiantes glaciares, imponentes vulcões ou sublimes fiordes juntam-se ao doce prazer de cidades charmosas, países remotos e culturas exóticas. De tudo um pouco é feita a minha experiencia no globo. Continuamos juntos?