Cumplicidades no éden da Dona Beija

Europa Portugal

Nunca pensei como será o paraíso. Se quente. Se refrescante. Se mudava de temperatura mediante a altura do ano. Desconheço se tem as “virtudes” terrenas a que estamos habituados.
Há uma poça conhecida por ser “do Paraíso”. Tem outros nomes, como Poça da Juventude, mas ficou imortalizada precisamente com Dona Beija. Sim, por causa da novela brasileira de há várias décadas atrás. E da “cachoeira” na qual a inesquecível Maitê Proença se banhava…
“Levada do Tio Chico Brasil” era o nome anterior. Fica bem melhor como está agora. Certo?
Situada no vale das Furnas, conhecida zona de águas quentes, já imaginamos o que aí vem. Um renovado e aprazível espaço termal, ao ar livre, com reconhecidas propriedades terapêuticas.
Na verdade, não queremos saber do bem que faz à saúde. Apenas do IMENSO prazer que dá terminar um dia a saltar de poça em poça, com diferentes temperaturas, todas mais do que convidativas. Entregamo-nos à luxúria do relaxe e serenidade. Sem querer perceber que se trata de um conjunto de nascentes férreas e quentes associadas aos fenómenos do vulcanismo secundário, bem evidentes na Caldeira do Vulcão das Furnas. 
Há uma nascente natural de água quente, dentro duma gruta com cerca de sete metros de comprimento e três de largura. Esta nascente fornece três piscinas com temperaturas diferentes, uma zona para molhar os pés ou o corpo e ainda a parte da ribeira, que alberga uma comporta removível, proporcionando uma mistura de água quente e fria.
Não apetece contar mais. Difícil arquitetar palavras que traduzam certos momentos. Vamo-nos contentando com desmedida alegria, energia sem fim e invulgar crescente cumplicidade… .

Rui Barbosa Batista
Um mix de jornalista, líder e cronista de viagens, cumpri em 2016 uma centena de países no currículo. Cobri noticiosamente os Jogos Olímpicos na China, o Mundial de futebol na África do Sul ou os Jogos Europeus no Azerbaijão, mas o que me apaixona verdadeiramente são as pessoas e tudo o que (ainda) não conheço. Aventuras em inóspitos desertos, desafiantes glaciares, imponentes vulcões ou sublimes fiordes juntam-se ao doce prazer de cidades charmosas, países remotos e culturas exóticas. De tudo um pouco é feita a minha experiencia no globo. Continuamos juntos?