Sultan Amir Ahmad, banhos públicos em grande estilo

Irão Médio Oriente

Casa de banhos públicos e ‘sultão’ são palavras que dificilmente combinam. Em Kashan, fazem-no na perfeição. Um edifício histórico imperdível e que mostra como até a ‘plebe’ tem (tinha) direito ao melhor deste Mundo.
Falamos de um edifício de impressionantes1.000 m2, datado do século XVI, na era dos Safavid e que em 1778 foi vitima do terramoto que destruiu a região, tendo, por isso, sido renovado já no tempo dos Qajar.
O Garmkhaneh (salão de banho quente) e o Sarbineh (sala de vestir) são as alas principais deste impressionante edifício, destacando-se a piscina octagonal que antecede o Khazine, a sala para o banho final.
O olhar sorve cada detalhe artístico do complexo, tanto na arquitetura como na decoração. Aqui destacam-se os azulejos turquesa e ouro, pinturas artísticas, gesso… O telhado da casa, que também merece visita, é composto por cúpulas que nos fazem sentir que estamos em terreno alienígena. Têm por função fornecer luz suficiente aos balneários…
Perdemo-nos no interior de mais uma maravilha persa. A quantidade de edifícios impressionantes habitua-nos mal, pois os próximos destinos de viagem vão perder na comparação..

Rui Barbosa Batista
Um mix de jornalista, líder e cronista de viagens, cumpri em 2016 uma centena de países no currículo. Cobri noticiosamente os Jogos Olímpicos na China, o Mundial de futebol na África do Sul ou os Jogos Europeus no Azerbaijão, mas o que me apaixona verdadeiramente são as pessoas e tudo o que (ainda) não conheço. Aventuras em inóspitos desertos, desafiantes glaciares, imponentes vulcões ou sublimes fiordes juntam-se ao doce prazer de cidades charmosas, países remotos e culturas exóticas. De tudo um pouco é feita a minha experiencia no globo. Continuamos juntos?