Moqueca de camarão (Brasil)

4 Replies

Receitas do Mundo

Com vontade de descobrir um pouco mais sobre os sabores do Brasil?

Hoje a proposta é uma moqueca de camarão de inspiração baiana!! Vamos a isso?

Ingredientes

  • 1 kg de camarão 20/30
  •  sal
  • pimenta
  • sumo de limão
  • 100 g de cebola picada
  • 3 a 4 dentes de alho
  • 1 lata de tomate picado
  • 60 g de margarina
  •  2 a 3 colheres de sopa de coentros picados
  • 4 dl de leite de coco
  • 1 dl de óleo de dendém
  • 1 malagueta fresca de piripiri

 

Preparação

Tire as cabeças e as cascas aos camarões enquanto estiverem meio congelados.

Retire-lhes a tripa escura na parte dorsal e tempere-os com salpimenta acabada de moer e sumo de limão.

Leve a cebola e os dentes de alho, descascados e picados a refogar num  tacho com a margarina .

Quando a cebola estiver macia junte os camarões e deixe cozinhar mais 3 a 4 minutos.

Adicione os coentros picados, o leite de coco e o óleo de dendém. Reduza o calor e deixe apurar durante cerca de 20 minutos, mexendo de vez em quando.

Antes de servir, junte a malagueta cortada em rodelas. Acompanhe com arroz branco solto ou farofa.

Bom apetite!!

Rui Barbosa Batista
Um mix de jornalista, líder e cronista de viagens, cumpri em 2016 uma centena de países no currículo. Cobri noticiosamente os Jogos Olímpicos na China, o Mundial de futebol na África do Sul e na Rússia ou os Jogos Europeus no Azerbaijão, mas o que me apaixona verdadeiramente são as pessoas e tudo o que (ainda) não conheço. Aventuras em inóspitos desertos, desafiantes glaciares, imponentes vulcões ou sublimes fiordes juntam-se ao doce prazer de cidades charmosas, países remotos e culturas exóticas. De tudo um pouco é feita a minha experiencia no globo. Continuamos juntos?

4 comments

  1. Analuiza (Espiando Pelo Mundo)

    Ahhh… em minha opinião experimentar os sabores locais faz parte da diversão e conhecimento de um país! Não resisti ao tema e vim conferir se uma dos meus pratos favoritos no mundo inteiro estava aqui. E não é que estava?!

    Meu amor imenso pela boa moqueca tem razão de ser, claro, uma vez que sou (não tão mais assim) menina baiana, criada no dendê, no sal do mar de Itapoan (na poesia de Caymmi),com um santo que Deus me deu… 🙂

    Vou andar a passear por aqui, cada vez que pegar a estrada para descobrir sabores e experimentá-los por ai… bj

    1. Rui Batista

      :)))) Analuiza, todos os sabores têm outra intensidade quando devidamente contextualizados… e quando tu lhe juntas dendê, mar e poesia… Beijinhos e boas descobertas…

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

code