Portugal revitaliza 62 Fortalezas de Fronteira e integra-as em rota turística

4 Replies

NOTÍCIAS

Afirmar novos destinos turísticos enquanto se promove o desenvolvimento regional.

 

Em tempos, as fortalezas espalhadas nos limites do território nacional serviram para manter Espanha em sentido, garantindo a soberania do território. Agora, a ideia já não é dividir, mas unir: turistas portugueses e espanhóis num projeto de revitalização de 62 monumentos históricos lusos, atualmente em diferentes estados de conservação.

Esta rota, que tem como objetivo “promover e dar visibilidade aos territórios do interior e às regiões transfronteiriças”, conforme defende a tutela, é assumidamente inspirada no livro das Fortalezas de Duarte d´Armas, do século XVI.

O programa inclui a criação de condições de visitação e de conteúdos e será alvo de promoção internacional, aproveitando o forte crescimento do turismo fora das áreas que o país tradicionalmente promovia no exterior: Lisboa, Algarve e Madeira.

Desde o Tratado de Zamora, que assinala o nascimento de Portugal enquanto o país, ao Tratado de Alcanizes, que fixa as fronteiras do território nacional, houve a necessidade de ter uma rede de fortificações robusta e bem vigiada. Daí que a Norte e a Este exista um vasto conjunto de fortificações militares que são testemunho da história da formação no nosso país.

O governo vai criar uma plataforma onde estarão assinaladas todas as fortalezas, transformadas em âncoras de desenvolvimento regional e se afirmarão como novos destinos turísticos.

 

BORNFREEE – NOTÍCIAS

Rui Barbosa Batista
Um mix de jornalista, líder e cronista de viagens, cumpri em 2016 uma centena de países no currículo. Cobri noticiosamente os Jogos Olímpicos na China, o Mundial de futebol na África do Sul e na Rússia ou os Jogos Europeus no Azerbaijão, mas o que me apaixona verdadeiramente são as pessoas e tudo o que (ainda) não conheço. Aventuras em inóspitos desertos, desafiantes glaciares, imponentes vulcões ou sublimes fiordes juntam-se ao doce prazer de cidades charmosas, países remotos e culturas exóticas. De tudo um pouco é feita a minha experiencia no globo. Continuamos juntos?

4 comments

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

code