“Marca” Bornfreee

O mais importante desta noite? A possibilidade de deixarmos marca do grupo Bornfreee no Egito, à semelhança da viagem de estreia, à Geórgia/Arménia/Nagorno-Karabakh. As paredes estão ali. Demasiado preenchidas, mas abertas às linhas criativas do visitante. E o traço da Ana Isabel, que tão bem nos representa, mesmo que em...

Escrever com luz

Aqui, no Egito, a historia não acaba nem aqui, nem assim. Aqui a história apenas começa. O contacto foi estabelecido entre olhares firmes e genuínos. Os deles penetram em mim como uma flecha... cada olhar cruzado irá permanecer em mim. A humildade, o carinho, a bondade e a gratidão com que...