Rumo à Moldávia

Comboio é o meu transporte favorito, mas este para Chisinau sai apenas uma vez por dia. E é a meio da noite.  Sem qualquer sentido. Incompreensivelmente, Iasi não faz parte das contas de países centrados em torno do umbigo das respetivas capitais: apenas Chisinau e Bucareste estão servidos a horas...

You have to go back!

Nikita olha-me, impaciente. Estende a mão para recolher o passaporte. Entrego-o enquanto a fito. Vejo que percebe. Impenetrável. Não quer saber dos meus doces olhos castanhos… Não interessa. Serão meros segundos, penso. Com efeito, assim é. Despeço-me com esgar de olhos. E a máquina-Nikita no seu tom imperturbável. Isaura avança....

Feliz insensatez

O aeroporto de Kigali é minúsculo. Saímos do avião. Caminhamos 30 metros. Entramos em edifício e é logo nessa sala que devemos prestar contas. Preencho papéis de entrada e preparo-me para pagar o visa... "O papel com a confirmação do visto? Sem isso, vai para trás no mesmo avião", diz...

Bye Bye USA

Meia dúzia de restaurantes, das cadeias nacionais/internacionais de fast food e grandes estabelecimentos e supermercados. Não muitas casas e várias placas a indicar a direção do Canadá. No pouco acolhedor centro, umas quantas lojas de souvenirs, raros edifícios “históricos” e um parque simpático. And thats it. Sorrio quando vejo loja...