Yin e Bahir Dar… Genuína

Yin e Bahir Dar… Genuína

Ghion é hostel junto ao lago Tana. Os seus jardins elogiados. Tal como o seu restaurante. Não hesito.”Lamento, mas estamos cheios. Esse grupo ficou com todas as nossas vagas”, diz-me o recepcionista. Não contava com este soco. O lugar cativou-me logo. Convida-me a descansar. E guarda-me a mochila.  O grupo organizado de empresa de viagens aventura inglesa é multicultural. Austrália, Canadá, Estados Unidos, Ingleses e Irlandeses. Há de tudo, em termos anglo-saxónicos. Menos Yin, chinesa negociadora de arte que vive em Londres.É quem mete conversa comigo e me desafia para almoçar. Juntamente com a amiga Melanie, da BBC. Acedo, pois afinal sobra um quarto. O 19 será para mim. YYYYEESSS!!Exploramos a marginal, mas é em esplanada no primeiro andar, na avenida principal, que veremos saciada a nossa exigente fome e onde provaremos dos melhores sumos naturais e ficaremos fãs da sopa de peixe.Melanie vai descansar e Yin acompanha-me ao mercado. Tira fotos do grande tablet com lata invulgar. E o seu ar exótico cria burburinho. É decidida. E está com vontade de sair da sua zona de conforto. Cedo percebe que está com a companhia ideal.Fim de tarde a apreciar aves exóticas no jardim e prescinde novamente do seu grupo, para me acompanhar. Sairemos do ‘mapa’ e descobrimos lugares e gente deliciosa. Vamos provar chá a um boteco com  música. Não tarda, estamos a dançar. A aprender – a tentar, pelo menos – a invulgar e difícil coreografia local. Os ombros e cabeça brilham em corpo que balança entre o firme e o melodioso.Há milhares nas ruas após o pôr-do-sol. Muitas lojas abertas. Imensa gente a querer falar. Jantaremos com música e dança e caminharemos por becos que deixam Yin entre o verdadeiramente assustada e o razoavelmente excitada, pela ‘aventura’. Na verdade, sem perigo iminente ou problemas prováveis. Mas está habituada a outros cenários. Bem mais pomposos e sedosos.
Na manhã seguinte, Melanie fala-me do entusiasmo de Yin. E que já tem planos para ‘nós’ para esse dia. Pois, mas um ‘acidente’ precisa de dois. E em breve teria das maiores surpresas e recompensas desta longa jornada… Yin precisaria de plano B..

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Explore mais

Lançamento livro

“BORN FREEE – O Mundo é uma Aventura”

Este é o primeiro livro de um autor português, Rui Barbosa Batista, que nos leva a viajar por mais de 50 países, dos cinco Continentes, não em formato de guia, mas antes em 348 inspiradoras páginas, 24 das quais com fotografias (81).